CPV057 - Aguardente de Cacau Cacahuatl

A prosa de hoje é com André Scampini, um capixaba, que uniu empreendedorismo com sustentabilidade, ao perceber a necessidade de se aproveitar melhor o fruto do cacau, que é usado basicamente na produção de chocolate, e desenvolveu um destilado à partir das sobras dessa fruta, que antes eram descartadas. Vai assuntando...

Cacahuatl


é uma palavra de origem Nahuatl (Asteca), e que significa “suco amargo”. O nome “cacau” deriva dessa palavra, e passou a designar o fruto (nome científico: Theobroma cacao) em todo o mundo:

Em inglês é “cocoa”;

Em japonês é カカオ (“kakao”);

Em alemão e sueco é “kakao”;

Em francês e italiano é “cacao”;

Em coreano é “코코아” (kokoa);

Em russo é “какао”;… e assim por diante.

No caso da nossa bebida é o nome da aguardente inteiramente feita do cacau produzido no município de Linhares, no estado do Espírito Santo, situado a 135 Km ao norte da capital Vitória.

A aguardente CACAHUATL é feita do cacau produzido no município de Linhares, no estado do Espírito Santo, BRASIL.

O cacau (Theobroma cacao) é mundialmente produzido com vistas à extração da amêndoa, que é a matéria-prima da fabricação do chocolate. O fruto é uma baga grande, comumente chamada de “espiga” ou “coco”, com casca oblonga ou ovalada, amarela ou roxa, com 15 a 30 centímetros de comprimento, e 7 a 10 centímetros de espessura, com extremidades pontiagudas e sulcos longitudinais. Cada fruto geralmente contém entre trinta a quarenta sementes grandes, do tamanho de uma amêndoa, as quais possuem um sabor amargo e são cobertas por uma polpa mucilaginosa branca, com sabor ao mesmo tempo doce e ácido.


AMÊNDOA DE LINHARES - ES

Recentemente o município de Linhares conquistou a IG (Indicação Geográfica) da amêndoa do cacau, qualificando-se para fornecer essa matéria-prima para grandes indústrias de chocolate, nacionais e/ou internacionais, bem como para chocolatiers de todo mundo. O terroir único de Linhares, o qual é banhado pelo Rio Doce, assegura características exclusivas ao cultivo do cacau, por meio de uma combinação perfeita entre o solo e o microclima da região. Isso, por si só, já assegura a qualidade da matéria-prima usada na fabricação dos nossos destilados de cacau.


COMO SURGIU A AGUARDENTE


A aguardente “CACAHUATL” nasceu da necessidade de se aproveitar melhor o fruto do cacau. Considerando-se que seu cultivo se destina à obtenção da amêndoa, o restante do fruto não era bem aproveitado. Com isso, surgiu a ideia de se produzir uma aguardente inteiramente feita do cacau. Foram necessários testes e pesquisas para se chegar à receita da bebida, uma vez que todo conhecimento que se tem para fermentação do cacau é voltado para a preparação das amêndoas, de modo a estimular complexas reações bioquímicas que lhe dão ótimos aspecto e aroma, os quais, por fim, são responsáveis pela qualidade do chocolate. Mas nada se sabia sobre fermentação do cacau para destilação de bebida alcoólica. Após estudos e testes, o criador da receita, André Luiz Carvalho Scampini, chegou na versão final da bebida, que então recebeu o nome de “CACAHUATL”. Depois de mais alguns testes, Scampini criou a receita para sua segunda aguardente de cacau, a “RUMBA CACAO”, a qual é totalmente inspirada na fabricação do RUM tradicional. A “RUMBA CACAO” é uma bebida inteiramente exclusiva, única no mundo, e a receita é guardada “a sete chaves” pelo seu criador.


COMPROMISSO AMBIENTAL E SOCIAL


O cacau em Linhares é cultivado em dois sistemas: “CABRUCA” e “SAF”. “CABRUCA” (palavra de origem indígena, sem tradução para outros idiomas) é um sistema no qual o cacau é cultivado à sombra das grandes árvores da mata nativa, ou seja, não apenas a floresta original é MANTIDA INTACTA, como na verdade é usada para cultivar o cacaueiro, mantendo vivas e preservadas árvores centenárias. “SAF” é a sigla para “Sistema Agro-Florestal”, onde o cacau é cultivado juntamente com outras culturas, tais como coqueirais, seringueiras, etc — e demais cultivos que resultem em grandes árvores que façam sombra para o cacaueiro. Assim, duas culturas ocupam o mesmo espaço, racionalizando o uso da área e evitando desmatamento desnecessário. Desta forma, você tem a certeza de estar desfrutando de uma bebida que não foi produzida à custa de desflorestamento e exploração irracional da terra. Na parte social, a produção da aguardente cria novas oportunidades de renda para o produtor de cacau, e de trabalho para a população rural, sendo que esta última pode obter a matéria-prima da aguardente e vende-la para a produção da bebida. Mais trabalho, mais renda, mais oportunidades de ganho para o homem e a mulher do campo. E você ganha uma bebida de altíssima qualidade.


Onde Comprar:


Velho Carvalho Comércio de Bebidas

Fazenda Santo Antonio, S/N – KM 158 – Linhares – ES – CEP 29900-970 CNPJ: 34.580.527/0001-54

Site: https://velhocarvalho.net.br/

Siga o Instagram da Cacahuatl: Instagram

Gostou do Conteúdo? Então Curta, Comente e Compartilhe!


Posts recentes

Ver tudo