CPV037 - Carlinhos Lira - Cachaça Bola de Ouro

E hoje a prosa é com Carlinhos Lira, um paraibano, militante da cachaça, residente na capital federal, mas de malas prontas pra voltar pra Paraíba. Além disso ele é o responsável pela criação das cachaças Bola de Prata e Bola de Ouro, produzidas em São Sebastião, no agreste alagoano, pela turma do Alambique Gogó da Ema. Vai assuntando!


As cachaças Bola de Prata e Bola de Ouro são produzidas em São Sebastião, nas Alagoas, pelo alambique Gogó da Ema. As garrafas usadas por ambas as bebidas são a tradicionalíssima âmbar, de 600 ml, mas com rolha de plástico, coerente com a proposta de não encarecer o produto. Os rótulos são bacanas. Unindo futebol e cachaça, com design engenhoso, são populares sem serem popularescos ou apelarem para o kitsch ou o jocoso. Golaço!


Redes Sociais: Instagram | Facebook



Bola de Ouro


A Cachaça Bola de Ouro é um blend de cachaças de umburana, jequitibá rosa e bálsamo. Com essa composição muito bem pensada, ela cai no copo com uma cor palha clara simpática e deixa lágrimas consistentes nas paredes.


No aroma, a umburana predomina, dando um ar doce de engenho, de fruta madura – banana, cajá, carambola… O herbal desponta na sequência, por artes do bálsamo, em um registro muito confortável e bastante intenso.

Na boca, a dulçor é a marca mais forte, especialmente ao primeiro gole. A preocupação de ser uma bebida com boa drinkability – a capacidade de se fazer apreciável por um público amplo – é perceptível. O álcool é bem leve (40%). Mas há um bom equilíbrio: a acidez é pouca, mas está ali; o picante marca presença no final. E à medida que os tragos vão se sucedendo, os encantos do blend ficam mais aparentes, com a presença das especiarias temperando a experiência.


É uma bebida com sotaque levemente agreste, com reminiscências da origem nordestina. E sem sombra de dúvida uma boa cachaça, ao nível de rótulos com duas ou mais vezes o seu preço.

Bola de Prata


O aroma, por exemplo: fresco, herbal… daqueles que dominam o ambiente. Trata-se de um blend de cachaças armazenadas em inox e em jequitibá. Na boca, poderia ser um pouco menos doce. Mas é uma cachaça que se presta, sobretudo, a ser fácil de beber. E bate um bolão nessa função, com um toque mineral interessante. É cachaça que pode atingir o coração de quem tem sensibilidade exacerbada para teores alcoólicos mais fortes e por isso comete o desatino de enjeitar nosso destilado quando lhe é oferecido.


DRINK GOL DE PLACA


Ingredientes:


· 50ml de cachaça Bola de Ouro;

· 50ml de suco de caju;

· 50ml de licor de morango;

· 100ml de refrigerante cítrico

· Cubos de gelo


Modo de Preparo:


Em uma coqueteleira, junte o suco de caju, o licor de morango e a cachaça e bata para misturá-los bem. Em seguida, passe o conteúdo da coqueteleira para um copo longo, já com o gelo e finalize com o refrigerante para deixar a bebida mais suave.



26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo